Você está aqui: Home › Colunas › Direto da Redação
Direto da Redação

E-mail: noticiasdaregiao@terra.com.br

04/02/2019
Doria e Covas verificam o Hospital de Parelheiros

 

O governador João Doria realizou no início de janeiro, visita ao Hospital Municipal de Parelheiros, junto com o prefeito Bruno Covas, que entregou as obras que estão possibilitando a ativação em três etapas do hospital. Também estiveram presentes os vereadores Ricardo Nunes, Rodrigo Goulart e Milton Leite, e o subprefeito Adailson de Oliveira (Parelheiros).

A população conta com atendimento na unidade desde março de 2018, nas especialidades de ortopedia, ginecologia, obstetrícia, clínica médica, cirurgia geral e pediatria. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), desde então, foram mais de 95 mil atendimentos.

A unidade, gerenciada em parceria com a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), teve o pronto-atendimento inaugurado em 29 de março de 2018 e, até novembro, realizou 84.451 atendimentos. Deste total, 47,25% foram em clínica médica, 32,37% em pediatria e 14,68% em ortopedia. Ainda no primeiro semestre deste ano, deverá acontecer a ativação do Hospital Dia e do ambulatório de especialidades da unidade.

O hospital atende uma população estimada em 2,5 milhões de pessoas, mais diretamente os 160 mil moradores de Parelheiros. Ele é uma demanda antiga da população local, pois além de distante do centro da capital, Parelheiros possui a menor oferta de leitos públicos, com apenas 0,7 por mil habitantes.

 

Com força total em 2020

O pronto-socorro da unidade conta com seis consultórios médicos para pacientes adultos e três para pediátricos, em seis especialidades: ortopedia, ginecologia, obstetrícia, clínica médica, cirurgia geral e pediatria. Ao todo, as salas de observação contam com 34 leitos, sendo trinta adultos e quatro pediátricos.

Também no pronto-socorro há uma sala de urgência/emergência com quatro leitos e sala de cuidados críticos e semicríticos com dez leitos. Para a realização de exames diagnósticos, há um equipamento móvel de raio-X, equipamentos de laboratório que fazem exames de urgência e emergência, aparelhos de eletrocardiograma e de ultrassonografia.

Para casos de emergência, a SMS informa que estarão disponíveis ambulância, desfibrilador com monitor e marca-passo, ventilador pulmonar, monitor cardíaco, bomba de infusão e um total de 29 leitos (entre adultos e pediátricos), além de serviços de inalação, medicação e de sutura. O pronto-atendimento infantil contará, ainda, com brinquedoteca e fraldário.

“Nossa estimativa é que até o primeiro semestre de 2020, o Hospital de Parelheiros esteja funcionando com sua capacidade máxima”, comentou o vereador Rodrigo Goulart.

 




Coluna Interlagos

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Interlagos e região.